Bem Vindo, Visitante!!
  Meus pedidos
Home Quem Somos Fotos Colunas Parceiros Contatos
Home
Home
Home
 

Suco de beterraba: ciencia ou grande jogada de marketing? - Clinica449

 

5 Out 2016
 

 

Matéria publicada no site www.cyclingtips.com em 2013 

Beetroot juice: good science or great marketing hype? 

By Alan McCubbin, Next Level Nutrition 

Aperte o SAP! 

Suco de beterraba: ciência ou grande jogada de marketing? 


Não tenho dúvida de que você já viu, ouviu falar ou utilizou o suco de beterraba como um suplemento esportivo. Isso tem ocorrido em torno de alguns anos pra cá. Mark Cavendish criou uma hashtag #urinandoarcoíris (#pissingrainbow) para descrever o efeito que isso teve em sua urina (ela fica em uma cor alaranjada-rosa, o que é normal e inofensivo). 

Como muitos suplementos, o suco de beterraba tem seguido o padrão típico que acompanha estes tipos de produtos. No meu último artigo, descrevi esse padrão de pesquisa, marketing e uso pelos atletas. Hoje eu vou dar uma olhada mais de perto especificamente no suco de beterraba e verificar se ele faz jus ou não às alegações feitas sobre ele. 

>>> Suco de beterraba – O que pensam dele?! 
A teoria por trás de como o suco de beterraba melhora o desempenho é complexa, mas interessante. Já é conhecido por muito tempo que o óxido nítrico (ON) no sangue está envolvido na maneira com que os músculos produzem energia. Mais ON no sangue durante o exercício parece reduzir a quantidade de oxigênio necessária para produzir energia, criando uma espécie de "eficiência de combustível" que poderia melhorar potencialmente o desempenho do exercício. 

Os primeiros estudos tentaram aumentar a quantidade de ON no sangue por meio da suplementação com o aminoácido L-arginina, que é prontamente convertido em ON no sangue. No entanto, este falhou em produzir o efeito desejado, porque a conversão de L-arginina ocorre apenas na presença de grandes quantidades de oxigênio no sangue, o que não é o caso durante o exercício (porque o oxigênio está sendo utilizado para produzir energia nos músculos). 

Mais recentemente, no entanto, foi descoberto que o nitrito do sangue (NO2-) também poderia ser convertido em óxido nítrico, e isso ocorria durante períodos em que os níveis de oxigênio no sangue estivessem baixos. Assim, a ideia era encontrar uma maneira de aumentar o nível de nitrito no sangue. 

Os níveis de nitrito no sangue podem ser aumentados com a suplementação direta de sais de nitrito. Mas mesmo mínimas quantidades destes sais podem provocar aumentos muito elevados de nitrito no sangue a um nível tóxico para os seres humanos (quase tão tóxico quanto o cianeto!). Assim, os cientistas começaram a procurar uma forma indireta de aumentar suficientemente os níveis de nitrito para produzir mais óxido nítrico, mas dentro de um intervalo que fosse seguro. 

Para fazer isso, eles perceberam que a suplementação com nitrato (NO3) poderia alcançar esse objetivo, porque este pode ser convertido em nitrito. Curiosamente, essa conversão não ocorre em seu sangue, mas sim em sua boca - as bactérias que vivem na boca são capazes de fazer essa conversão. 
Inicialmente, quando você ingere nitrato, a maior parte dele é absorvido para o sangue, mas, em seguida, é secretado de volta para a boca através das glândulas salivares. Em seguida, as bactérias convertem o nitrato em pequenas quantidades de nitrito, que é então reabsorvido para o sangue, aumentando significativamente o nitrito do sangue, mas de forma segura. 

>>> Traga as beterrabas! 
Agora é quando o suco de beterraba entra em cena. Dos alimentos fontes de nitrato, a beterraba é um dos melhores, mais palatáveis e que garante as quantidades necessárias para aumentar significativamente os níveis de nitrato do sangue (e consequente nitrito). Por isso surgiu o uso do suco de beterraba como uma maneira de promover o aumento de nitrito no sangue, de maneira segura. 

Cerca de 300-500 mL de suco de beterraba fornece a quantidade de nitrato necessária para aumentar a taxa de nitrito do sangue de uma pessoa, o que ocorre cerca de 2-3 horas depois de beber o suco. No entanto apenas sair, comprar suas próprias beterrabas e colocá-las no processador de alimentos não garante que você irá obter o benefício. O teor de nitrato de vegetais (incluindo a beterraba) varia significativamente de acordo com o solo em que são cultivados, a época do ano, o fertilizante utilizado e o quão rápido o suco é preparado após as beterrabas terem sido colhidas. 

Portanto, para obter uma determinada quantidade de nitrato, alguns fabricantes (em primeiro lugar no Reino Unido e agora na Austrália) surgiram, oferecendo garrafas de suco de beterraba com um conhecido teor de nitrato. 

>>> Em que ponto está a pesquisa agora? 
Os primeiros estudos de suplementação de nitrato foram publicados em 2007 (seguido por outro em 2009) e seguiram o típico ciclo que eu descrevi no meu último artigo. Eles foram conduzidos em atletas relativamente destreinados que faziam exercícios fáceis de controlar no laboratório, mas que tinham pouca relação com o esporte atual. 

A maioria também não mediu o desempenho. Ao invés disso mediram o uso de oxigênio pelo corpo e mostraram que o suco de beterraba reduziu a quantidade de oxigênio necessária para fazer a mesma quantidade de exercício. Portanto, é um benefício inferido e não um aumento de desempenho atlético diretamente medido. 

Mas esses estudos estimularam a publicidade e vendas comerciais dos primeiros produtos de suco de beterraba há cerca de três ou quatro. 

Entre 2009 e 2011, alguns estudos que foram publicados mostraram que a suplementação de nitrato (principalmente por meio do suco de beterraba) melhorou a duração em que um indivíduo poderia pedalar a uma intensidade constante sem ter que parar. No entanto, é bem conhecido que estes tipos de resultados nem sempre se traduzem em melhor desempenho em uma situação de competição (distância fixa e intensidade variável, não o contrário). 

Apenas após 2011 o primeiro estudo que mediu o desempenho desportivo significativo com a suplementação de suco de beterraba foi publicado. Nesse estudo atletas amadores tomaram uma dose única de suco de beterraba três horas antes de ambos os testes de 4 km e 16 km contra-relógio. Em ambos os casos o desempenho melhorou em cerca de 2,7% em comparação com o placebo (suco de beterraba tratada para remover o nitrato). O estudo mostrou que os participantes foram capazes de manter uma maior potência para a mesma quantidade de oxigênio consumido (ou andar na mesma potência com um menor consumo de oxigênio). 

Mas testes contra-relógio de 4km e 16 km não são grandes indicadores da capacidade do suco de beterraba em melhorar o desempenho no ciclismo de estrada. 

E apenas no ano passado os primeiros estudos que examinaram a relação entre o suco de beterraba e o desempenho no ciclismo em distâncias mais longas foram publicados. Estes estudos também utilizaram, pela primeira vez, atletas de elite. Até agora esses estudos têm fornecido resultados confusos - enquanto a média de todos os participantes não foi significativamente melhor do que a do placebo, alguns participantes melhoraram com a suplementação enquanto outros não. 

Aqueles que melhoraram com o suco de beterraba foram os indivíduos que a suplementação aumentou seus níveis de nitrito no sangue - mas nem todos pareceram obter esse aumento. Os pesquisadores especulam que esse pode ser o caso de atletas altamente treinados, porque eles já têm um alto nível de nitrito no sangue sem suplementação, o que seria, possivelmente, uma adaptação ao treinamento. 

Muitos cientistas estão agora concluindo que uma dose de suco de beterraba tomada apenas uma vez não vai melhorar o desempenho em atletas altamente treinados, e podem ser necessárias doses muito maiores de nitrato (por exemplo, beber suco de beterraba todos os dias por mais de uma semana ou usar formas mais potentes de suplementação de nitrato, tal como nitrato de sódio) para alterar os níveis de nitrito do sangue. No entanto, isto ainda está sendo estudado e por isso só pode ser visto como teoria ou especulação. 

É inteiramente possível que nenhuma quantidade de suplementação de nitrato melhore o desempenho em atletas de elite, mas até que estudos científicos cheguem às conclusões naturais, nós não iremos saber se o suco de beterraba veio pra ficar ou se é apenas uma moda passageira. 

>>> Os produtos 
Existem algumas marcas de suco de beterraba que agora estão disponíveis no mercado na Austrália. Uma dessas marcas, Beet It, é importada do Reino Unido e foi um dos primeiros disponíveis aqui. Ele é vendido em lojas exclusivas de alimentos saudáveis. 

Eles fazem uma mistura de suco de beterraba e maçã (você precisa beber em torno 300–500 mL para obter o benefício do nitrato), bem como "doses" de suco de beterraba concentrado misturado com um toque de suco de limão. Na primeira vez que experimentei isso com a equipe search2retain ano passado, o feedback sobre o sabor não foi bom – era como abrir uma lata de beterraba e beber um pouco do seu suco - simplesmente 500 mL dele! 

Ao longo do ano passado um dos caras do search2retain se deparou com um outro produto, Beterraba Sunraysia & Suco de Maçã, que é feito aqui na Austrália e vendido em supermercados por muito menos do que a Beet It. Provavelmente porque Sunraysia produzia a bebida com a ideia de melhorar a saúde em geral (nitratos também podem baixar a pressão arterial), e não como um produto específico de esportes. É importante ressaltar que os ciclistas avaliaram que o sabor era muito melhor, sendo que o nível de nitrato é aproximadamente o mesmo. 

Um suco de beterraba recém-chegado ao mercado é o UpBeat, produzido na Austrália ocidental. Eu não experimentei esse e por isso não posso comentar sobre o sabor, mas o teor de nitrato é um pouco maior, assim você só precisa beber 250 ml para obter a mesma quantidade de nitrato. 

>>> Resumo 
O suco de beterraba pode melhorar o desempenho de alguns atletas em algumas situações, mas quem e quando exatamente ainda não está claro do ponto de vista de pesquisa. Mas tenho certeza de que os atletas que medem e monitoram regularmente seu desempenho podem decidir por si próprios se isso funciona ou não. 

Para atletas de elite é mais provável que tenham que usar o suco de beterraba por vários dias seguidos para obter um aumento significativo de nitrito no sangue (e consequente desempenho). Mas para o resto de nós uma única dose cerca de 2-3 horas antes do exercício pode dar um extra de um ou dois por cento. 

>>>><<<<<

 TECLA SAP é uma Atividade de Estágio em que os estagiários traduzem uma reportagem sob a supervisão do nutricionista.

O objetivo é que os estagiários tenham contato com assuntos em inglês da área de nutrição esportiva numa linguagem direcionada ao público em geral.

Desde 2011 a 449 é Ponto de Estágio Curricular para os alunos do 8º Semestre do Curso de Nutrição da Universidade de Brasília. 

----------------------

Na semana passada estivemos em dois momentos com André Martins Andréa Leal do CORREPRAFOTO (www.correprafoto.com.br)



1) Seção de fotos na KOR CROSSFIT com a Nutri449 Karen Moreno
2) Consulta na 449 com os Nutris 449 Fernando Carvalho e Rosana Lima 



Nutri Karen449 em Ação! Foto by CORREPRAFOTO
 

 

 



    


Compartilhe


voltar

|
|
|
|
|
|

Copyright © 2014 CorrepraFoto. Powered by CorrepraFoto